CAMPANHA DANIEL DE JEJUM E ORAÇÃO – 2020

“Naqueles dias, eu, Daniel, estava pranteando por três semanas inteiras. Nenhuma coisa desejável comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram três semanas completas”. (Dn 10, 2-3)

Querido irmão, Deus seja glorificado por você ter aceitado viver esse tempo de jejum e de oração. Que seja uma jornada repleta do poder do Espírito Santo! A passagem acima descrita, tirada do livro do profeta Daniel, é o exemplo clássico de um “jejum parcial”, realizado em meio às atividades do dia-a-dia, com o propósito de alcançar de Deus a revelação de Sua vontade. Chamamos “jejum parcial” porque consiste na aplicação de uma dieta limitada, ao invés da abstinência absoluta de alimentos.

Está claro que existe um valor muito grande nesse tipo de jejum. Lendo os versículos seguintes deste capítulo de Daniel, verificamos que o culminar do seu jejum foi uma tremenda visitação do Anjo do Senhor com uma revelação indispensável a respeito das batalhas que se travam nas regiões celestes (vers. 13-22). Além disso, o próprio Anjo de Deus, em sua visita a Daniel, assegura com palavras encorajadoras a eficácia de seu jejum e penitência: “Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste teu espírito a compreender, e em que te humilhaste diante de teu Deus, tua oração foi ouvida, e é por isso que eu vim” (v. 12).

Quando somos movidos pela promessa de Deus e, numa atitude que lhe agrada, começamos a transformar essa promessa em realidade no jejum e na oração; no momento mesmo em que nosso coração se humilha e busca a face do Senhor, nossas orações são ouvidas no céu! Profetizamos que desde o primeiro dia desse tempo da Campanha de jejum você irá experimentar a alegre certeza de que suas orações estão chegando ao trono do Altíssimo e estão sendo levadas em conta por Ele.

Daniel dedicou três semanas completas (vinte e um dias) ao jejum e à oração. O tempo dedicado ao jejum é reservado para buscar o Senhor, mesmo em meio às atividades cotidianas. Em Mt 6, 1-18 vemos como Jesus indica o jejum, a oração e a esmola como sinais característicos da vida de um cristão fiel. Em alguns momentos de decisão, porém, somos convocados a intensificar nossa comunhão com o Senhor. Segundo o desejo de Jesus, devemos fazer isso sem ostentação, mas com discrição e buscando agradar somente ao Pai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *